H I S T Ó R I A


FOTO NR.01 - EQUIPA DE ANDEBOL DE 7 JUVENIL DO SEIXAL FUTEBOL CLUBE CAMPEÃ INVICTA DOS 9º. JOGOS JUVENIS DO BARREIRO (1969)

De pé: Nobre (filho)(Treinador);"Tateu"; Artur; Otaviano; "Nini"; Avelino; Maurício; Martins (Dirigente). Em baixo: Orlando; Marcolino; Robim; Sado; Santana; Janeiro.

Emblema de lapela dos Jogos Juvenis do Barreiro


HISTÓRIA

 

 

O caminho da Vida faz-se caminhando sempre, passo a passo, por enquanto ...

 

                            

Antes de 1974😥

 

Desde o início e até ao final da década de 60, eram cada vez mais os jovens oriundos do Concelho do Seixal a estudarem fora, nas cidades de Almada, Barreiro, Setúbal e Lisboa, por falta de estabelecimentos de ensino não primários.

 O conhecimento desta modalidade de Andebol de 7, entre outras, deu-se essencialmente nas aulas de Educação Fisica da Escola Preparatória D. António da Costa e da Técnica Emídio Navarro, ambas no Concelho de Almada, pelo incentivo dos professores, Srs. João Coutinho e António Silva Marques.

 

 Na altura, sempre em plenas férias escolares de verão,  houve uma grande organização desportiva ao estilo popular,  muitíssimo importante a nível nacional e também para a implantação do Andebol de 7.

Os vizinhos Jogos Juvenis do Concelho do Barreiro, onde o Seixal Futebol Clube como pioneiro, se deslocou e participou, durante várias edições em várias modalidades individuais e colectivas, através da meritória acção voluntária/desportiva  de pessoas como os Srs. Engº Luís Silveira, Augusto Palaio, Engº Manuel Balinho, António Pedro, José João Martins, António Martins, António Nobre (filho), William Landeiroto, António Marimon, José Balão, Ildefonso Cunha, entre outros.

O grande organizador das várias edições dos J.J.C.Barreiro, foi na altura, o "iluminado" Sr. Augusto Valegas.

 

Como documentado no jornal desportivo, na altura trissemanário “Record” e também no então diárioO Século” (Foto nº. - ) através respectivamente dos correspondentes locais e irmãos  José João e António Martins, podem ver-se  os vencedores do escalão de juvenil masculino dos  7ºs. J.J.C. do Barreiro (1967).

O Andebol de 7 foi "jogado" em pleno pelado acizentado do Campo de Futebol de 11 (denominado de Sta. Bárbara), onde se jogava o Futebol Profissional da Primeira Divisão Nacional, através da CUF (Companhia União Fabril).

 

Só depois, com a criação sucessiva de raíz, de duas Escolas secundárias no Concelho do Seixal, a Preparatória Paulo da Gama (1967) e a Industrial e Comercial do Seixal (1969), ambas depois situadas no Bairro das Cavaquinhas-Arrentela (hoje, a Secundária Dr. José Afonso), houve uma continuação do conhecimento da modalidade do Andebol de 7, através dos seus professores de Educação Física,  Srs. Rodrigo Ribeiro e Leonardo Rocha.

 

 Em 1971, para além de 4 campos de Futebol de 11 no Concelho do Seixal, era flagrante a ausência de outras instalações desportivas cobertas e descobertas, privadas ou públicas.

 

Apenas existia um meio Ginásio/Refeitório da E.I.C. do Seixal, o asfaltado Campo de Basquetebol do Estádio do Bravo (Seixal F.C.) e o acimentado pertencente ao Colégio do Patronato da Amora (este sem iluminação artificial) e a piscina descoberta na Urbanização Rural do Sr. Xavier de Lima, em Fernão Ferro.

 

 No verão de 1971, por intermédio dos Srs. professores de Educação Física, Dª Amélia Leal, Leonardo Rocha, Rodrigo Ribeiro e António Maurício, realizaram-se por toda área  do  nosso Concelho, a importante edição dos 1ºs. Jogos Juvenis do Concelho do Seixal.

    A sede social foi no antigo Cartório Notarial do Seixal, no 1º. Andar, por cima do antigo Posto da GNR do Seixal e onde o Andebol de 7 inevitavelmente esteve presente entre muitas outras (12) modalidades desportivas .

 

 O Andebol de 7 foi na altura (1971) jogado  no cedido Campo de Futebol de 11 do Atlético Clube de Arrentela, na Quinta da Boa Hora, num (mau!) pelado, onde ao fim do dia eram marcados (imagine-se!) ...  4 campos a pó de cal (!).

 

Nos 2ºs. J.J.C. do Seixal em 1972, com sede social no antigo edifício do I.A.N.T., hoje sede social da APCAS (Associação de Paralisia Cerebral de Almada e Seixal),  foram já realizados os jogos de Andebol de 7 no antigo “Rinq”, pertença do Colégio do Patronato de Amora, com uma recente iluminação elétrica, numa organização central, agora muito mais alargada, de onde constavam os Srs. Professor António Maurício, Angél Oñoro, José M. Barreiros, António Nobre (pai), António Pedro, José Maurício, entre muitos outros  ...

  

No verão de 1973, realizaram-se os 1º.s Jogos Juvenis da Freguesia de Aldeia de Paio Pires, sob a organização central do Sr. José Maurício e com a sede social no Clube do Pessoal da Siderurgia Nacional,  onde o Andebol de 7 também constava, jogado agora no recém inaugurado Pavilhão Gimno-Desportivo coberto do Clube.

 

 

Depois de 1974 😀

 

Ao entrarmos na etapa da Democracia, estranhamos bastante, que até hoje, tivesse sido inexplicável e constante na omissão (historicamente errada !) dos factos anteriormente aqui descritos,  referente aos J.J.C. Barreiro, J.J.C. Seixal e J.J.A.Paio Pires.  

 

Recém chegados em 1974 e 75, das ex-colónias ultramarinas, alguns dos jovens ex-estudantes oriundos das Escolas de Almada, reuniram-se no Seixal,  destacando-se os Srs., Carlos Sevilha, Fernando Plínio, António Maurício, Artur Avelar, Abílio Magalhães entre outros, com o intuito de se  criar uma autónoma equipa de Andebol de 7, sénior masculina.

 

Questionadas sobre o possível apoio jurídico, as Direcções do Atlético Clube de Arrentela (com Futebol de 11, Campismo e Ginástica) e do Grupo Desportivo e Recreativo das Cavaquinhas, (sem qualquer prática desportiva) ambas rejeitaram  qualquer tipo de apoio.

 

 Consultada depois a Direção do Seixal F.C., esta decidiu dar não só apoio jurídico, como também a oferta de um conjunto de camisolas (em segunda mão!).

    Foram dirigentes na altura os seguintes Srs., António Robin, José M. Vogado, António Marchão, José Luís “Joca” e Manuel Gaspar, entre outros.

 

 Criada de imediato a Secção de Andebol de 7 do Seixal F.C., foi dada pela Direção, a autonomia total de gestão e finanças, tendo sido inclusivamente  oferecida uma noite de Bingo, como um dos suportes económicos.

 

Depois em 1975/76, passou-se a treinar e a jogar oficialmente no alugado Pavilhão Gimno-Desportivo da Escola Preparatória Paulo da Gama, em Amora.

 

Na altura e durante muitos anos o Pavilão desta Escola  foi o único local público coberto para competição desportiva,  dentro da nossa enorme área concelhia.

 

 Expontaneamente, no Concelho do Seixal, para além da nossa Equipa, apareceram outras 5 equipas, conforme se discrimina:  Amora F.C., C.C.R. Alto do Moinho (Corroios) e um ano depois, o I.F.C.Torrense (Arrentela), C.P. Siderurgia Nacional (Paio Pires),  G.D.C. Quinta da Princesa (Amora), este só em femininos, tendo chegado inclusivamente à 1ª. Divisão Nacional e presentemente, o C.S.S. Pinhal de Frades (Arrentela).

 

Com o desenvolvimento da Equipa Sénior Masculina do Seixal F.C., apareceram de seguida  os seus filhos/filhas/amigos, que então se iniciarem no escalão etário de Juvenis Masculinos e Femininos.

 

Entretanto, a viver em Paio Pires, foi muito importante o convite, aceitação e vinda do treinador/jogador, Sr. António Marques (Internacional da modalidade), pois, passámos a vencer os Distritais de Setúbal e a disputar os Campeonatos Nacionais da 2ª. Divisão.

 

Em 1980/81,  a Secção de Andebol de 7 cessou pela primeira vez as suas funções temporariamente.

 

 Em 1982/83,  a Secção de Andebol de 7 retomou  as suas funções, coordenada pelos Srs. Fernando Plínio e António Maurício, aquando da recém construção do Pavilhão Gimno-Desportivo (coberto) do Seixal F.C. (hoje infelizmente  já desactivado !), situado à entrada da Cidade, na Quinta dos Franceses, perto dos Tribunal da Comarca do Seixal e do Fórum Cultural do Seixal.

 

Na inauguração competiram as principais Equipas do Sporting C.P., C.F.”Os Belenenses”,  ...  e o Seixal F. C.  

 

 Neste novo arranque, a Secção de Andebol de 7 do Seixal F.C. competiu com um total de 8 equipas (!) : infantis, iniciados, juvenis, juniores e seniores masculinos, juvenis e seniores (2 equipas) femininos.

Foram dirigentes nesta altura :  José M. Nogueira , José L. Monteiro, José A. Monteiro, Vítor Félix  ...,  entre outros.   

 

 Em 1992/93, de novo a Secção de Andebol de 7 do Seixal F.C.  interrompeu a sua actividade desportiva até ao presente momento, de 2018/2019.

 

Por ser importante para a compreensão global, refira-se que um pouco antes, em 1983, se iniciou uma nova etapa do Desporto Concelhio Popular, muito conhecida em termos nacionais por SEIXALÍADAS, que presentemente já vai na 34ª Edição sucessiva anual.

 

Desde 2000/01,  a sede social da Associação de Andebol de Setúbal deixou de estar sediada na Cidade Capital do Distrito, passando para o Concelho do Seixal, no Pavilhão Municipal do Alto do Moinho e, mais tarde, em 2003/04, na Quinta do Monte Sião, localizada na Torre da Marinha, Freguesia de Arrentela, nas instalações do Gabinete de Apoio ao Associativismo (GAMA),  cedidas gratuitamente, pela Câmara Municipal do Seixal.

 

Actualmente, em 2018/19, as únicas Colectividades que ainda praticam o Andebol de 7, oficialmente em vários escalões etários masculinos são os seguintes :  I.F.C.Torrense, C.C.D. Alto do Moinho  (ambos na 1ª. Divisão Nacional) e o C.S.S. Pinhal de Frades (nos Distritais de Setúbal).

   

  Finalmente, porque focámos por várias vezes, ao longo deste historial, antes e depois do 25 de Abril de 1974, a importância das instalações desportivas concelhias, cobertas e descobertas, as públicas e as privadas, as escolares, as associativas e as municipais, convém salientar de novo que o panorama actual é globalmente bem diferente e para muito melhor.

 

  Contudo, apesar do que já temos,  ainda existem escolas básicas do 2º e 3º ciclos e secundárias, sem estas fundamentais estruturas de ensino, como acontece nas populosas de Pinhal de Frades, de Corroios e de Vale de Milhaços, situação verdadeiramente discriminatória e indigna de um País que se quer (em 2018) mais desenvolvido, justo e democrático.

 

uNum Concelho à beira-rio Judeu (afluente do Rio Tejo), com 6 Freguesias, e cerca de 158.000 habitantes a viverem em

 95,5 kms2, (último censo - 2011)  possuímos :

 

1 Pista de Atletismo oficial (Piso sintético de Tartan);

2 Piscinas aquecidas e cobertas;

Vários Tanques aquáticos aquecidos e cobertos;

9 Campos de Futebod de 11 (oficiais, pelados, relvados ou sintécitcos;

1 Centro de Estágio de Futebol (SLBenfica);

9 Pavilhões Gimno-desportivos oficiais e cobertos;

Vários Ginásios polivalentes e cobertos;

Vários recintos Polidesportivos descobertos;

9 Campos de Ténis de piso sintético e oficiais (descobertos);

entre outros ... 

   

 

1